visita técnica Flaus

Conselho do Trabalho se reúne no Sindimetal

Nos cinco primeiros meses do ano Maringá teve saldo positivo de empregos; ainda que seja uma vaga, notícia é positiva

 

Entre janeiro e maio deste ano a Agência do Trabalhador de Maringá registrou 17.330 admissões ante 17.329 demissões, resultando em um saldo positivo de apenas uma vaga. O resultado é reflexo da crise econômica.

Embora abaixo do esperado, no comparativo com Curitiba o desempenho de Maringá foi muito superior. Na capital paranaense, as demissões superaram as contratações em 6 mil nos cinco primeiros meses de 2016.

O mercado e as ofertas de trabalho em Maringá estiveram entre os assuntos abordados na última reunião do Conselho Municipal do Trabalho, realizada na primeira quinzena de julho, na sede do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Maringá (Sindimetal).

Outro tema que entrou na pauta de discussão foram os recursos do seguro-desemprego. Os conselheiros também discutiram formas de melhorar a qualificação dos trabalhadores e prepará-los para quando o mercado reagir e retomar as contratações.

O atendimento da Agência do Trabalhador também foi abordado durante o encontro. Além dos maringaenses, a agência local recebe pessoas das regiões de Apucarana e Londrina que buscam o serviço de emissão de carteira do trabalho e retornam para a cidade de origem com documento na mão no mesmo dia.

Participaram da reunião, representantes do poder público municipal – secretarias de Desenvolvimento Econômico, Mulher, Assistência Social e Cidadania e Educação -, além dos representantes das classes trabalhadora e patronal.