programa competitividade

Empresas que aderiram ao programa de competitividade receberão consultoria

A partir de 20 de junho começarão as consultorias individuais para as empresas que aderiram ao Programa de Apoio à Competitividade das Indústrias, desenvolvido pelo Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Maringá (Sindimetal) em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep). As consultorias continuarão até setembro e cada empresa tem direito a 12 horas do serviço.   Na primeira fase do programa, o professor Jerry Kato ministrou a  palestra “Elaborando um plano estratégico para tempos difíceis” para representantes das 20 empresas que aderiram ao programa com o objetivo de promover a competitividade empresarial, melhorar a gestão e fortalecer o associativismo no setor industrial.  Foi em 1 de junho, ocasião em que ele falou sobre gestão financeira e de custos na sede do Sindimetal.  Kato também foi o responsável pelo diagnóstico individual das necessidades em finanças e custos das empresas participantes, após visitas e aplicação dos questionários.   O programa O Programa de Apoio à Competitividade das Indústrias foi criado com o objetivo de promover a competitividade empresarial, melhorar a gestão e fortalecer o associativismo no setor industrial.  O projeto conta com R$ 120,7 mil de recursos para melhorar a gestão financeira, gestão da produção, ênfase em layout do processo produtivo, eficiência energética, gestão comercial e gestão da inovação. A Federação está custeando 80% do valor, ou seja, R$ 94,4 mil. A contrapartida de 20%, no total de R$ 26,2 mil, cabe ao grupo de indústrias participantes. O tempo de execução varia entre 9 e 12 meses.