foto-1-720x380

Sindimetal alerta indústria sobre Segurança do Trabalho

foto-1-720x380

Evento realizado pelo Sindimetal no fim de setembro levou a colaboradores e líderes de indústrias associadas informações sobre a importância da obediência às normas de Segurança do Trabalho. Trata-se de uma palestra que teve como tema “Conscientização do Uso de EPI’s”.
Responsável por ministrar a palestra, a técnica em Segurança do Trabalho do Serviço Social da Indústria (Sesi), Walesca Greguoldo, elencou consequências tanto para o trabalhador (a exemplo de advertências e acidentes), quanto para o empregado (a exemplo de multas), do uso incorreto ou da ausência de Equipamento de Proteção Individual (EPI). Segundo ela, as empresas, além de serem obrigadas a ofertar EPI aos funcionários, também são responsáveis por orientar o uso adequado e supervisionar. Durante a explanação, ela ensinou sobre a utilização dos equipamentos mais comuns, como protetor auditivo, óculos, capacete, luva, calçado de segurança, máscara de solda e cinto de segurança.
“A empresa precisa advertir o funcionário que não faz uso o EPI conforme indicação. Esse funcionário pode até ser demitido se não atender às exigências. Se um fiscal do Ministério do Trabalho visitar uma obra e vir que há colaboradores fazendo uso inadequado do equipamento, e que a empresa não faz advertência, multas são aplicadas”. Ela acrescentou que se ficar constatado que não houve advertência por parte da empresa em caso de mau uso pelo empregado, a multa passa dos R$ 2,5 mil (por empregado) e pode chegar a R$ 5750, dependendo da quantidade de colaboradores empregada.